terça-feira, 26 de julho de 2011


To deixando de te amar
Mais o vazio de você ainda dói as vezes
Não consigo dormir, estudar, ver meus filmes,
Ler livros, tudo que faço há você, mais sei
Que não te quero mais, pois ontem te toquei
E quis me livrar do teu ar, quando estou 
Sozinha me sinto bem, penso na gente nas coisa
Que faríamos mais, sei que nada disso serve
Pra você, e se não serve pra você pra mim 
tão pouco, menos.
Intenda me, não me deixe agora, seja minha
Ponte meu porto seguro, e continue assim,
Assim "nada", ama me mais
Fortaleça me mais, mais continue ai onde
Eu não tenha que me preocupar.
acho que tenho mais saudades você do meu lado
como amigo, pra pegar em minhas mãos e dizer
"Força eu to aqui"


"Os velhos olhos vermelhos voltaram
Dessa vez
Com o mundo nas costas
E a cidade nos pés
Pra que sofrer se nada é pra sempre?
Pra que correr, se nunca me vejo de frente
Parei de pensar e comecei a sentir
Nada como um dia após dia
Uma noite, um mês
Os velhos olhos vermelhos voltaram de vez" 
Capital Inicial.