sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Parei lá fora, onde a noite me dizia muito, queria ouvir o zumbido do ar mais via as folhas secas das arvores rodeando me, parecia que a chuva ia me pegar a qualquer minuto, não me preocupava com as horas pois não tinha marcado nada e alem do mais estaria sozinha de novo como sempre...Como quero acabar com essa solidão de ver a lua sozinha e sentir o cheiro de chuva chegando e sorrir pelo bem feito que fiz e degustar o bom vinho e amar te enquanto houver tempo, mais só há eu e a lua nem o bom vinho eu tenho, nem você eu tenho tão perto pra falar da lua, nem sei se a lua pra você seria a mesma que é para mim, é difícil amar algo que talvez pra você não seja nada, sei que sente falta do meu corpo do calor que exalamos juntos, dos beijos e dos calafrios, se bem que hoje ache que só isso possa trazer te (excitação)! Traz a mim também, mais preciso do seu sentimento, das tuas palavras da tua voz, do teu carinho, nada mais. Preciso do teu sentimento, não digo que não vá mais correr atras, mais esta na cara que precisarei de muito pra te ter aqui comigo, mais não ache que vá trocar minha vida pra correr atras de você, pois o que faço já é bastante; Não espere muito talvez eu não aguente e corra em direções contrarias. By Christianne Ht

Um comentário:

Álvaro Lins disse...

Essa noite virá:)!
Bjo